quinta-feira, 29 de maio de 2014

...

Enlouquecida
os pensamentos confuso
Não sei o que esperam de mim
Uma simples mortal...
Com defeitos...
E que posso fraquejar em muitos momentos
O que fazer ?O que fazer?
É algo que preciso responder.

Alívio

Senti o alívio de todas as dores
as cicatrizes ficarão
mas é normal...pois viver é assim
estamos expostos...
e quando eu lhe senti
você me mostrou o q realmente era viver
e que realmente eu errei
mas ainda há tempo de concertar
mudar o que está errado...
e é através da reflexão
Juntamente a ti
e através dos seus anjos
você me cuida, me ampara e me orienta.
Apenas tenho que confiar
Pois mesmo que eu ande no vale das sombras
 não temerei pois tu não me desampara!

....

você diz que não lhe levo a sério
o que tenho de mais verdadeiro
é o q vivemos
é parte do meu coração
dói quando você dúvida
que eu seria capaz de rir do teu sonho
quando eu muitas vezes me irritei e até briguei por sonhos que sonhei
e até sonhos alheios dei a minha face a tapa
por que vale apena sonhar?
é a esperança de dias melhores
é o que faz levantar todas as manhãs.
sei que juntos somos muito mais.

Peça Teatral

Onde está a minha saudade...
Não há...
Só sei do meu nome
Da minha história
Do meu caminho
Não sei se haverá atores coadjuvantes
Mas to aqui sendo o ator e diretor geral
Da peça teatral chamada vida.

Na minha caminhada...

Na minha caminhada...
Encontrei teu olhar...
Onde minhas palavras foram caladas...
Com seu beijo!
Mas não roubou apenas um beijo...
Mas um pedaço do meu coração!
Tentei evitar... Tentei fugir...
Mas não consegui resistir!
Hoje estou aqui em seus braços.
Braços que me abraçam e me aconchegam!
Onde encontro a calmaria do meu dia!
Onde recebo o sorriso que me alegra!
Então novamente...
E assim todo dia me encontro no teu olhar...
Como a primeira vez...  Até que eu adormeça.

Só que hoje, também me perco na doçura de te amar.