segunda-feira, 26 de julho de 2010

Permanecendo em pé

 As dores virão...
Mas você permanecerá de pé...
Por que você é mais forte do que pensa...
Não consegue ver o quanto cresceu...
O grande potencial que está em suas mãos...
As dores virão...
Mas você permanecerá de pé...
Não importa quantos vão te olhar de cara feia...
Ou a quantidade de não que irá receber...
Importa que você acredite, acima de qualquer coisa...
As dores virão...
Mas tenho certeza que irá passar...
Por que você é o melhor que há,
E você permanecerá de pé!


Lembranças...

Nossa música toca...
E eu aqui no meu quarto...
Lembro de tantos momentos...
A qual já passou...
O vento, junto com o tempo levou...
Às vezes tento descobrir o que restou...
E vejo...
Restaram apenas rascunhos...
Poemas cheios de lágrimas...
Os quais são guardados em minha gaveta.

Então grite...

A revolta que o sufoca...
Não deixe que o manipulem...
O mundo até pode querer ser sórdido com você
Mas ele tem um lado mais bonito
Então coloque pra fora
Então grite... Grite...
Não deixem que te sufoquem
Nem matem seus sonhos
Se indigne... Mostre sua opinião
Então grite... Grite...

Nesta noite tão escura...

Nesta noite tão escura...
O amor é um ser estranho...
Que meu coração nunca entendeu...
Como pode?
Deixou-me de mãos vazias,
Completamente só.
Nesta noite tão escura...
Mas algo me leva adiante...
Talvez um resquício de calor,
Nesta noite tão escura...
Talvez surja uma esperança...
Que nesta noite tão escura...
Que eu conheça plenamente o amor ...

Não posso mais ficar

O sol raiou meu bem
E já não posso mais ficar
A vida me chama
E não posso me prender
Juro a você...
O que mais quis, foi te amar.
Amar até o final dos tempos
Mas o sol raiou...
E já é hora de ir adiante
E mesmo que implore para que eu fique,
Já não há mais tempo pra nós
A sua escolha foi feita.